Notícias Populares

Tomei um tiro… No vidro do meu carro, É a pobreza Tirando o seu sarro!! Foi meu dinheiro… Foi meu livro caro. Que façam bom proveito da grana que roubaram, Porque eu trabalho E outro dinheiro eu vou ganhar!

(Ana Carolina – Notícias Populares)

Assaltada 2 vezes num único mês, aliás uma hoje, há poucas horas… Me considero muito sortuda por isso! [sem ironia]

Explico:
A 1° vez foi as 23:00hs numa movimentada avenida de Santo André, voltando da faculdade: levaram uma bolsa Kipling (aquela do macaquinho) velha, surrada com mais de 5 anos de uso que hoje não vale nem R$ 25,00! Levaram a cópia de uma carterinha de estudante com validade vencida, um cartão da biblioteca, uma carteira da Betty Boop do camelô, umas bugigangas, balas e doces (que carrego na bolsa) e R$120,00 que eu usaria para comprar um livro na faculdade (pior que não comprei até hoje)… E o pior minhas maquiagens, já usadas, mas eu gostava delas! Que proveito algué faria disso?

Hoje os idiotas (hoje me dou o direito de ofender alguém) levaram um MP4, sem marca que eu paguei R$ 100,00 há mais de 1 ano, com um fone de ouvido quebrado, aliás eu havia acabado de quebrar!! [Isso é uma ironia dos acontecimentos do destino!!] e só! Há com músicas que só eu gosto, ninguém em sã consciência escutaria! rs Bom, prejuízo deles que não conseguiram nada além de problemas com esse roubo!
Detalhe fui assaltada no horário de saída e entrada (1° e 2° vez nesta ordem) da faculdade…

Falando sério…
De ambos os fatos só ficou o susto… O medo de ter que fazer sempre os mesmos caminhos por falta de opção, a revolta de achar que mesmo pagando altos impostos temos uma cidade com o centro todo bagunçado, ruas sem iluminação, bairros sem policia e etc…

E o PIOR, para mim, é saber que em 5 de outubro eu trabalharei como mesária nas eleições municipais sem ter a menor esperança e/ou CERTEZA que pode haver mudanças na próxima gestão municipal…

Neste mês tive conhecimento que outros 3 alunos da ESAGS FGV Campus Jacarandás foram assaltados próximo a faculdade, outros tantos alunos compartilham do mesmo medo que eu: Não há ronda policial no bairro em que fica a faculdade, NUNCA vemos viaturas nas imediações do campus, que está localizado próximo a pontos de prostituição e do melhor bairro da cidade [contraditório isso!].

Onde fica a polícia da cidade que segundo “*Dados do Tesouro Nacional* teve 138% de aumento na sua receita orçamentária entre 2002 e 2006 — da ordem de 1 bilhão de reais no ano passado — o maior aumento do país entre os municípios com mais de 250 000 habitantes”

Seria muito solicitar uma ronda policial? Há verba para manter isso, pelo menos é o que parece, mesmo tendo 25% destinado para isso e 15% para aquilo…

“*(fonte: REVISTA EXAME – GRUPO ABRIL – DE 17.04.2008 )

Anúncios

Canção da Alma Caiada

Aprendi desde criança
Que é melhor me calar
E dançar conforme a dança
Do que jamais ousar

Mas as vezes pressinto
Que eu não me enquadro na lei
Minto sobre o que sinto
Esqueço tudo do que sei

Só comigo ouso lutar
Sem me poder vencer
Tento afogar no mar o fogo
Em que quero arder

De dia caio minh’alma
Só à noite caio em mim
Por isso me falta calma
E vivo inquieta assim.

Autor: Antonio Cícero

Nota: Esta é a primeira letra que Marina musicou, feita por seu irmão Cícero nos USA.
Maria Bethania chegou a gravar a música em 77, mas foi censurada. Anos depois, Zizi Possi fez uma nova gravação.
Embora Marina já tenha cantado essa canção em shows, nunca gravou-a em disco.

A Arte de Negociar.

PAI – escolhi uma ótima moça para você casar.
FILHO – Mas, pai, eu prefiro escolher a minha mulher.
PAI – Meu filho, ela é filha do Bill Gates…
FILHO – Bem, neste caso, eu aceito.

Então, o pai negociador vai encontrar o Bill Gates.

PAI – Bill, eu tenho o marido para a sua filha!
BILL GATES – Mas a minha filha é muito jovem para casar!
PAI – Mas este jovem é vice-presidente do Banco Mundial…
BILL GATES – Neste caso, tudo bem.

Finalmente, o pai negociador vai ao Presidente do Banco Mundial.

PAI – Senhor Presidente, eu tenho um jovem recomendado para ser vice-presidente do Banco Mundial.
PRES. BANCO MUNDIAL – Mas eu já tenho muitos vice-presidentes, mais do que o necessário.
PAI – Mas, senhor, este jovem é genro do Bill Gates.
PRES. BANCO MUNDIAL – Neste caso ele pode começar amanhã mesmo!

Moral da história: Não existe negociação perdida. Tudo depende da estratégia.

“Se um dia disserem que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se:
A Arca de Noé foi construída por amadores; profissionais construíram o Titanic…”

Ouvindo Zé Geraldo!

Mr. Tambourine Man
Versão Zé Geraldo

Ei Mr Tambourine man, toca uma canção
Estou sem sono e não tenho para onde ir
Ei Mr Tambourine mas, toca uma canção
Que me deixe flutuando pelo mundo

Nessa mágica viagem, que me leva pelo céu
Entre estrelas de papel
Pelo céu de minha boca vou cantando
Em nuvens de fumaça
Feito novelo de lã
Estou pronto pra partir
Seja pra qualquer lugar
Quero esquecer o hoje
E quem sabe o amanhã

Ei Mr Tambourine man, toca uma canção
Quero flutuar em notas pelo mundo
Ei Mr Tambourine man, toca uma canção
Estou sem sono e não tenho para onde ir

Feito um louco solitário
A vagar dentro da noite
Pelos cantos onde ando
Entre ranges e vádios
Entre loucos delirantes
Um bando de sozinhos
É com eles que divido a minha solidão
É com eles que posso abrir o coração
Mostrar minhas fraquezas
Falar da minha busca
Perdido na multidão
A espera de um sinal
A procura de um olhar
Que possa me mostrar
De novo a direção

Ei Mr Tambourine man, toca uma canção
Estou sem sono, e não tenho para onde ir
Ei Mr Tambourine man, toca uma canção para mim
Estou sem sono, e não tenho para onde ir

*Original: Mr. Tambourine Man de Bob Dylan

A respeito deste Blog

Apesar de ser uma assídua leitora de blogs, nunca tive o meu devido a irregularidade dos meus horários e vontades, enfim, a faculdade me exige mais um esforço: Manter um blog, site ou grupo onde meus professores, colegas de classe e alunos (monitorandos, na verdade) possam ver “coisas” que me revelem… Medonho isso, revelar-se assim, forçadamente!
Pois bem, aula de comunicação e esse é o trabalho (Foi o que disse o Professor, um tom não muito cordial)… Me lembrei então, que eu nunca gostei que lessem meus textos em aula, nunca abri meu diário para ninguém (na verdade meu diário fica na memória, que falha muito! É por isso que ele fica lá!) e foi um porre pensar sobre o que escrever, como escrever e etc… [Professor Dilton: Eu usei meu termo favorito no seu trabalho: PORRE!].
Porém, decidi que vou tornar isso o mais agradável possível… Não vou postar aqui minhas baboseiras intelectuias, deixarei aqui só o que vale a pena ser lido, ou visto… é claro que na minha concepção de valia, sejam textos meus ou de outros…
Sinceramente sempre gostei de escrever pelo prazer das letras, mas nunca pelo prazer de ser lido, quando acontecia de alguém ler algo escrito por mim, resultava em pedidos, lágrimas e demonstrações emocionais que não me agradam…

Bom, termino esse breve lapso de pensamentos sobre meu blog nas reticências…

.more:
[www.myspace.com/coisitas]
esse myspace já existia antes do trabalho, irônico não?