Vai ser sempre assim

Ela será única. Você conhecerá outras pessoas, terá um flashback com a sua ex namorada, terá uma nova namorada, mas ela continuará sendo a sua preferida. Provará outros beijos, se sentirá frustrado, algumas vezes, ao perceber que aquela loira linda da festa não beija tão bem assim. Passará a mão em outros cabelos, alguns mais longos, outros mais curtos, mais cheios, mas de qualquer forma, sentirá falta dos cabelos dela, que de tão pouco se perdiam nos seus dedos. Você sentirá outros perfumes, amadeirados, cítricos, doces, e sentirá falta do cheiro da pele dela, que tinha um cheiro tão bom que te fazia fechar os olhos e suspirar fundo. Você chorará, toda noite, baixinho, sentindo a maior saudade que você já sentiu em toda a sua vida. Olhará para os lados, verá a vida passando, e sentirá uma falta quase mortal da vida que ela te proporcionava todos os dias. Você entenderá que a amava. Você entenderá que a ama. Você entenderá que ela será eterna. E-t-e-r-n-a. Você, ao conhecer outras com o mesmo nome, sentirá um aperto no peito ao dizer que esse nome é lindo, sentirá suas mãos tremerem ao lembrar que dizia que esse seria o nome da filha de vocês. O seu celular, ao tocar, após anos, após milhares de vezes, ainda desejará realizar uma ligação de vocês, aonde ela dirá que ainda te espera, e você dirá que está indo buscá-la, assim como em um texto que um dia ela escreveu. Você irá ler, palavra por palavra de tudo que ela escreveu um dia, e se surpreenderá ao ver que ela suplicava por você. Você se sentirá um idiota. Mas ela, ela continuará sendo única. Ela continuará sendo sua. Você continuará sendo dela. Mas a vida continuará. Ela fará um esforço descomunal para te esquecer, talvez, por alguns anos, ou até que toque a música de vocês, conseguirá. Lembrará de vocês com uma pequena tristeza mas com um grande afeto, assim como ela sempre disse, você ainda será a escolha dela, mas infelizmente, a vida lhe deu outras opções… Reticências, sua vida será repleta delas, assuntos não terminados, desejos não obedecidos, o maior e único amor da sua vida, perdido pela sua incapacidade de amar alguém. Você virá um dia para perto da casa dela, pensará uma, duas, três, mil vezes em um jeito de tentar achá-la, de descobrir se após tantos anos, ela ainda irá morar ali. Ela, irá para perto da sua casa, passará na sua rua uma, duas, três, mil vezes, na intenção de que você a veja e diga: ”Finalmente“. Ela passará mesmo na sua rua, porque sempre foi mais decidida que você, você ficará só planejando.”

Arcano 6

A Rainha de Paus

Arcano 63 do Tarot – A rainha de paus

Manutenção da fidelidade para com seus objetivos e ideais, por mais que todas as outras pessoas insistam para que você tome outros caminhos.

A lealdade para consigo é condição fundamental para o sucesso e, por mais que você chegue a ter dúvidas de que irá conseguir, terminará obtendo o desejado – talvez não da maneira como você imaginava, mas de uma forma altamente satisfatória.

Na vida várias pessoas tentarão lhe convencer a abandonar seus caminhos, mas, ainda que você tenha de assumir uma postura não tão simpática, mantenha-se fiel ao seu desejo e a si mesmo.

Conselho: Manter a persistência é fundamental.

Sua crônica de domingo e seu domingo crônico

Eu já sei, já li, o que ela escreverá. Vai postar em alguns minutos. E, mais que depressa, corri aqui para preparar o terreno, regar a terra, estofar as almas.

O de sempre?

Enquanto isso, nos palácios, eles cuidam de como o mundo andará, do que será das crises, dos empregos; alguma coisa acontecerá, e isto é mais certo que tudo. O de sempre.

Quer saber? Você é o marido, não é? Não é assim que as amigas dela o tratam? Então? Então, deixa como está para ver como é que fica. Os economistas dão conta da macro-econômica, os políticos encontram uma saída geo-política, os generais sabem dar ordens, os sacerdotes celebram cultos, as torcidas gritam gol, os filhos o seu dinheiro, e ela estará ali caso você precise.

O de sempre!

Que bobagem! Todo mundo sabe que o mundo tem governo e que o governo do mundo é a economia de mercado do mundo; e ela sabe disso, que você é a economia do mercado dela.

O de sempre.

Pior cego é aquele que quer ver. Pense nisto. Posso repetir?

Pior cego é aquele que quer ver!

O de sempre.

E de mais a mais, você sabe: o que será de sua velhice? Quem cuidará de você? De seu reumatismo, de sua úlcera? De sua solidão?

Quando a noite de hoje, a dos domingos, chegar, eleve suas mãos aos céus, mesmo que você não seja assim tão crente, porque de céu você entende.

O de sempre!

Lembre-se: filosofia é muito legal, poesia também, música então nem se fala, mas não são nada práticas, não servem para o porque, manda é a economia de mercado e de mercadinho. Isso que importa: enquanto você mantiver a portinha da quitanda aberta, tudo estará debaixo de suas asas, de uma forma ou de outra. Ninguém é burro. Fique tranquilo.

O de sempre!

Então, em homenagem a esse domingo de mercados cheios de graça, aqui vai uma crônica para festejar:

Era uma vez alguém que dizia amar alguém loucamente. E repetia:

– Eu te amo, mas…

Gostou?

Não vem bem a calhar?

São as melhores crônicas de domingo, as que começam assim e terminam assim:

– Eu te amo, mas…

Para sempre!

Quanto ao amor?

Ah! Que bobagem, porque o pior cego…

Mas, se apesar de tudo, apesar de tudo mesmo, você, que está indignado e sente-se, digamos, difamado (grifo meu, obviamente) com tudo isto e discorda, veementemente, do que falei (ou disse), então, meu caro, sua situação é um tanto desesperadora.

E, cá entre nós, sabemos bem o por que! Você e eu! E, neste caso, lembre-se bem que nossos domingos são crônicos, porque levianos.

Em nosso caso, meu caro, nossa crônica de domingo crônico é a seguinte:

Era uma vez alguém que acreditava no amor, loucamente, e dizia assim:

– Mas eu te amo…

Não vem mal a calhar? Descrer no amor. Então, dar de ombros e seguir dizendo, como se fosse um eco de si mesmo, porque ninguém estuca, ninguém escuta, estuca e escuta, ninguém mesmo:

– Mas eu te amava… poxa!

De: Ramiro Corrêa (05/04/2009) in: http://www.filosofix.com.br/